Abril, mês da prevenção e combate a Hipertensão.


A hipertensão arterial, também chamada de pressão alta, é uma doença crônica que afeta cerca de um terço da população mundial. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, existem cerca de 13 milhões de pessoas com a doença, que atinge principalmente adultos com mais de 60 anos. Um dos fatores que tem contribuído para o aumento dos casos de hipertensão é o estilo de vida moderno, que envolve maus hábitos alimentares, sedentarismo, obesidade e estresse. Muita gente nem sabe da sua existência, até que ela provoque lesões nos órgãos vitais, como o coração, os rins e no cérebro.

Principais causas:

Grande parte dos casos a hipertensão não tem causas definidas, chegando a se considerar o fator genético como forte motivo de risco para o seu desenvolvimento. Essa propensão ataca homens e mulheres de forma igualitária e preocupante. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, 1 em cada 4 pessoas adultas é considerada hipertensa no Brasil.

Ou seja, se alguém da sua família (mãe, pai, avô ou outro parente próximo) tem problema de pressão alta, há boas chances de você também ter. Apenas de 5 a 10 % dos casos é decorrente de outras doenças, como insuficiência renal, hipotireoidismo, apneia do sono e diabetes.

Os principais fatores de risco da pressão são:

* Maus hábitos alimentares – excesso de sal e gordura na comida;

* Estresse;

* Excesso de bebidas alcoólicas;

* Tabagismo;

* Obesidade;

* Sedentarismo.

. Hereditariedade

Sintomas da pressão alta:

* Enjoos;

* Tonturas;

* Dor na nuca;

* Dificuldade para respirar;

* Visão embaçada;

* Dor no peito

OBS: Os sintomas não se manifestam em todos os pacientes, no entanto, é normal que a pressão arterial aumente em situações como sustos, noite mal dormida, após uma discussão ou durante e após a atividade física, não sendo, necessariamente, sinal de problemas de saúde.

ATENÇÃO:

Um dos principais problemas da hipertensão é que uma grande maioria de pessoas nem sabe que tem a doença, por isso ela é chamada de “doença silenciosa”, porque não apresenta sintomas até o momento em que atinge um órgão vital. Por isso é importante fazer a medição regularmente, assim como exames de sangue. É esse cuidado que vai ajudar a manter a pressão controlada, evitando danos a sua saúde.

Tratamento:

O tratamento envolve não apenas o uso de drogas anti-hipertensivas, mas também a adoção de um novo estilo de vida, com atividades físicas e dieta equilibrada. A adesão ao tratamento e a adoção de hábitos saudáveis são considerados os melhores remédios para o hipertenso.

Tomar remédios por conta própria é correr o risco de trazer sérios problemas de saúde pois muitos desses medicamentos contêm efeitos colaterais severos e precisam ser estritamente recomendados por um médico especialista.

É muito importante entender que quem sofre de hipertensão arterial irá conviver com isso a vida toda. Por isso terá que fazer o controle regular da pressão. A boa notícia é que boa parte das pessoas hipertensas apresentam um quadro leve e fácil de controlar. Mantenha uma rotina de consultas e siga as orientações do seu médico, usando os medicamentos corretamente. Lembre-se: é você quem controla a sua pressão arterial. E a sua qualidade de vida também.


Quando o assunto é saúde, busque excelência. O Hospital Vida é referência no Nordeste; não só em nefrologia, mas em diversas áreas da medicina, proporcionando à população mais saúde e mais qualidade de vida.

Marque seu exame ou consulta através da Central de Agendamentos: (82) 3214-9700.

12 visualizações

Rua Deputado Eliseu Teixeira, 488 , Ponta Verde, Maceió, Alagoas. CEP: 57035-240

TRABALHE CONOSCO: curriculo@hospitalvida.com

Tel: 82 3214.9700

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle